Nostalgia – Fragmentos de um passado não tão distante.

Pra começar com esse post, tenho que deixar claro que me envergonho de não postar mais nada sobre Black Metal á algum tempo, mas as coisas estão melhorando e aparentemente, minha inspiração pra escutar música está voltando aos poucos, o que me deixa deveras feliz.

Eu criei esse blog em 2013, o més eu não me recordo bem, talvez tenha sido no começo das férias de julho, na época eu tinha quinze anos e, assim como qualquer adolescente, estava em crise. Eu conheci o Black Metal e suas subdivisões bem novo, sempre gostei bastante de visitar blogs de gore e de certa forma isso me excitava(não no sentido sexual) e me deixava curioso, era sempre uma diversão saudável, foi quando vi a capa do Dawn of the Black Hearts do Mayhem em um dos posts de algum blog random de carniçaria, a capa não era chocante para mim que, de certo modo, era acostumado a ver todo tipo de sanguinolência, eu fiquei curioso e busquei para escutar, e de primeira vez achei uma bosta e deixei de lado, coisa de criança.

Não demorou muito e eu conheci o Fogotten Tomb, lembro até do primeiro álbum que escutei, o Negative Megalomania, achei incrível! Depois disso busquei por mais bandas, foi quando eu comecei a escutar Black Metal.

Na real, eu não sei o que falar atualmente sobre como eu me sinto, eu leio várias vezes os posts antigos do blog e é tão bom, é como se eu me teletransportasse de volta ao dia e lembrasse de como era ótimo ter aquele sentimento de sentir a música e gostar de escrever sobre, mesmo que ninguém ligasse, o blog foi uma válvula de escape incrível para mim, me ajudou muito na época, eu estava praticamente entrando em um quadro de depressão, e eu sempre me senti incomodado de falar sobre coisas que eu gostava em redes sociais, ter um blog para poder me expressar foi incrível. Essa época da minha vida foi difícil, tanto em problemas de relacionamentos quando familiares, eu sei que sendo um moleque de classe media e branco, eu não devo ter muitos problemas, mas não conseguia lidar com os meus problemas dentro de casa, e todo dia no colégio era um inferno, eu me sentia muito humilhado pelas pessoas que me rodeavam, nisso eu migrei pro DSBM, e acredite, música muda muito seu estado psicológico e espiritual, nunca escute DSBM se estiver se sentindo merda, só vai piorar a situação.

Eu não conseguia manter muito diálogo com as pessoas pessoalmente, pela internet parecia tudo mais fácil, e é engraçado lembrar disso agora, o quadro mudou bastante, eu tenho amigos e sei manter diálogo com eles, mas sinceramente, eu mudei demais, não sei se gosto dessa mudança, eu sempre gostei da forma como eu me sentia, eu me isolava, afinal, eu conseguia me distanciar facilmente, tanto de amigos quanto de familiares, atualmente isso continua assim, mas eu me sinto falso, mentiroso, burro, não sei explicar, mas ter amigos e manter relações tão próximas pra alguém como eu soa como uma traição para com quem eu era antes, além disso, eu não sei muito o que fazer da minha vida a partir de agora, em questão de futuro e profissão, eu sinto como se a pessoa que eu era estivesse indo embora, e a fase fácil da minha vida estivesse também, é uma sensação distante e difícil, eu gostava de quem eu era, agora eu me sinto somente mais um sem personalidade, eu sei que sou novo e tudo isso vai passar, mas essa confusão pessoal é extremamente broxante.

Veja bem, eu não me sinto mal por ter me isolado por tanto tempo, isso foi bom pro meu amadurecimento pessoal, mas sinceramente, eu mudei, e não sei o que pensar, era uma fase? Eu era apenas mais um adolescente sem causa? Provavelmente sim.

Vigeland-s-Park--Oslo-winter-196727_1920_1440

Anúncios

2 pensamentos sobre “Nostalgia – Fragmentos de um passado não tão distante.

  1. Cara, o que posso dizer é que entendo o que tu passa..e esse tipo de musica influencia muito. Mas mudar é sempre bom, começa a fazer coisas diferentes ler coisas diferentes, sair da rotina. Principalmente nesses estilos musicais tudo se torna uma zona de conforto, mesmo vc se sentindo mal é “algo confortante”. Mas é pura ilusão na real é uma válvula de escape. AInda ouço Black Metal, mas procuro bandas com letras mais positivas e conhecimentos ocultos sérios…Esse vazio que vc sente sei como é… mas vc pode entender o porque disso lendo, comece uma busca espiritual é apenas uma dica. Desejo tudo de bom pra ti!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s