Seeds Of Iblis – Representatividade de um estilo (verdadeiramente) perigoso.

seeds of iblis

A Islamofobia, que é descrita como o sentimento de ódio e repudio ao Islã, não se limita apenas há alguns grupos mais radicais do ocidente, mas também de um movimento tímido de origem Iraquiana. A banda Seeds Of Iblis, que se auto- intitula a “New Wave” do Black metal anti-islamismo oriunda do Oriente Médio.

Quase nenhum artista do movimento do BM ariscaria sua vida pela representatividade musical, o que o SOI faz, e faz muito bem. Musicalmente, a banda possui uma estruturação musical de qualidade, mantendo o padrão classicista do Black metal oitentista, e citado como referência, entre inúmeras bandas, Darkthrone e Mayhem. por mais que na entrevista em que tirei essas informações seja citado a diferenciação nas letras das músicas de SOI em relação ao Black Metal clássico, eu não acho um fato relevante.

Por mais que teoricamente o Islã não seja uma religião tão opressiva quanto é em pauta, isso não basta pra defender e não generalizar aquilo que está sendo praticado. Eu pessoalmente acho o Islã um câncer, assim como acho o cristianismo, e por mais que o cristianismo seja o principal assunto das bandas de black metal, qual a atual ameaça social que vivemos atualmente? O Isis, o Boko Haram e outras tantas entidades terroristas oriundas da religião Islâmica.

Talvez cantar sobre o Cristianismo dê mais dinheiro, e é consideravelmente bem mais seguro 😀

Uma música ideológica canta sobre a realidade vivida, em confronto com o opressor. O que o SOI faz é de extrema qualidade, além de ser uma banda com membros extremamente reais em suas convicções e corajosos, até meio louco. A composição da banda, até onde li, é feita por dois homens e duas mulheres. Foda né não?

É isso galera, apoiem o Underground!

Aqui é a entrevista: http://hardetekst.blogspot.com.br/2012/03/interview-en-seeds-of-iblis.html

Anúncios

Nostalgia – Fragmentos de um passado não tão distante.

Pra começar com esse post, tenho que deixar claro que me envergonho de não postar mais nada sobre Black Metal á algum tempo, mas as coisas estão melhorando e aparentemente, minha inspiração pra escutar música está voltando aos poucos, o que me deixa deveras feliz.

Eu criei esse blog em 2013, o més eu não me recordo bem, talvez tenha sido no começo das férias de julho, na época eu tinha quinze anos e, assim como qualquer adolescente, estava em crise. Eu conheci o Black Metal e suas subdivisões bem novo, sempre gostei bastante de visitar blogs de gore e de certa forma isso me excitava(não no sentido sexual) e me deixava curioso, era sempre uma diversão saudável, foi quando vi a capa do Dawn of the Black Hearts do Mayhem em um dos posts de algum blog random de carniçaria, a capa não era chocante para mim que, de certo modo, era acostumado a ver todo tipo de sanguinolência, eu fiquei curioso e busquei para escutar, e de primeira vez achei uma bosta e deixei de lado, coisa de criança.

Não demorou muito e eu conheci o Fogotten Tomb, lembro até do primeiro álbum que escutei, o Negative Megalomania, achei incrível! Depois disso busquei por mais bandas, foi quando eu comecei a escutar Black Metal.

Na real, eu não sei o que falar atualmente sobre como eu me sinto, eu leio várias vezes os posts antigos do blog e é tão bom, é como se eu me teletransportasse de volta ao dia e lembrasse de como era ótimo ter aquele sentimento de sentir a música e gostar de escrever sobre, mesmo que ninguém ligasse, o blog foi uma válvula de escape incrível para mim, me ajudou muito na época, eu estava praticamente entrando em um quadro de depressão, e eu sempre me senti incomodado de falar sobre coisas que eu gostava em redes sociais, ter um blog para poder me expressar foi incrível. Essa época da minha vida foi difícil, tanto em problemas de relacionamentos quando familiares, eu sei que sendo um moleque de classe media e branco, eu não devo ter muitos problemas, mas não conseguia lidar com os meus problemas dentro de casa, e todo dia no colégio era um inferno, eu me sentia muito humilhado pelas pessoas que me rodeavam, nisso eu migrei pro DSBM, e acredite, música muda muito seu estado psicológico e espiritual, nunca escute DSBM se estiver se sentindo merda, só vai piorar a situação.

Eu não conseguia manter muito diálogo com as pessoas pessoalmente, pela internet parecia tudo mais fácil, e é engraçado lembrar disso agora, o quadro mudou bastante, eu tenho amigos e sei manter diálogo com eles, mas sinceramente, eu mudei demais, não sei se gosto dessa mudança, eu sempre gostei da forma como eu me sentia, eu me isolava, afinal, eu conseguia me distanciar facilmente, tanto de amigos quanto de familiares, atualmente isso continua assim, mas eu me sinto falso, mentiroso, burro, não sei explicar, mas ter amigos e manter relações tão próximas pra alguém como eu soa como uma traição para com quem eu era antes, além disso, eu não sei muito o que fazer da minha vida a partir de agora, em questão de futuro e profissão, eu sinto como se a pessoa que eu era estivesse indo embora, e a fase fácil da minha vida estivesse também, é uma sensação distante e difícil, eu gostava de quem eu era, agora eu me sinto somente mais um sem personalidade, eu sei que sou novo e tudo isso vai passar, mas essa confusão pessoal é extremamente broxante.

Veja bem, eu não me sinto mal por ter me isolado por tanto tempo, isso foi bom pro meu amadurecimento pessoal, mas sinceramente, eu mudei, e não sei o que pensar, era uma fase? Eu era apenas mais um adolescente sem causa? Provavelmente sim.

Vigeland-s-Park--Oslo-winter-196727_1920_1440

Espectro

Com esse post eu me desligo do blog, ultimamente não tenho vontade de escrever, não sei o que falar e não vejo por que alguém vazio faça um blog, talvez futuramente eu volte com o blog, mas não sei, espero que aproveitem dos downloads.

keyhell

Pyro

Image

Fogo, um dos considerados Physis pelo pré-socrático Heráclito de Éfesto na cosmologia, a matéria que é fundamento eterno de todas as coisas, deu origem a tudo e é o que dá continuidade ao universo, indivisível e imortal.

O fogo é poder, e o que dá assistência a uma das traduções possíveis para a palavra Physis, Realidade, os homens temem o fogo, é uma reação de poder e medo.

A teoria de Heráclito se baseia na ideia de que o fogo, quando condensado, se umidifica e se transforma em água, essa água solidifica-se e transforma-se em terra, assim, nascendo organismos vivos do fogo, como uma matéria direta para a vida.

O fogo, com seu movimento fascinante e de beleza extraordinária, energia em forma de calor, diretamente ligada ao poder, a oposição, de destruir, desidratar e no no fim, tudo que nasce dele, voltará para ele no final.

Image

 

Immortal – All Shall Fall

Esses dias eu me peguei pensando em como fazia tempo que não escutava Black Metal, muito tempo mesmo, então eu decidi que iria escutar os álbuns mais recentes das bandas que acompanho a um tempo, então foi atrás do álbum All Shall Fall em boa qualidade no youtube, me surpreendi, pode ter certeza de que não foram poucas críticas que vi sobre este álbum, um álbum é maravilhoso, muito bem produzido. Mas vejamos, estilos como punk, black metal, grindcore e variados tendem a ter uma mixagem e gravação altamente podre. E este álbum simplesmente tem um processo de produção im-pe-cá-vel.
É claro que para os fãs fieis de Pure Holocaust, Diabolical Fullmoon Mysticism e até o Blizzard Beasts que pessoalmente me agrada muito, não é algo que vá fazê-los bater palmas de pé.

Image

Mas ai vem a questão que queria tocar, a qualidade na produção muda o estilo da música?

Sim, de certa forma

Afinal uma das percepções do bm é exatamente o anti-comercial, o desagradável, basicamente uma música em protesto, isso pelos olhos dos mais extremos
 

Mas eu não acho, sinceramente. Se eu considero Venom bm, vou considerar esse álbum também, mas uma coisa que me deixou com bastante dúvidas sobre este álbum é a guitarra, muito bem trabalhada por sinal, que lembra algo “alegre”, não remete aquela escuridão tão conhecida do Bm.
É meio difícil aceitar isso em um estilo tão inflexível como o Black metal, que assim como os fãs, cobram pureza total na música que carrega esse estigma de gênero, eu sou flexível o bastante para aceitar que mudanças não condizem com baixa na qualidade do que eles propõem, eu particularmente gostei muito desse albúm mas convenho que para o black metal pode ser deixa um pouco infalso, mas para o metal extremo em si, é uma obra magnifica, que eu particulamente, adorei do começo ao fim.

Image

Nargaroth – Spectral Visions of Mental Warfare

Alguém não escutou ainda o albúm mais atual do nargaroth?

Image

O albúm, lançado em 2011 causou uma certa revolta em alguns fãs, pelo simples fato de não se comparar com a antiga musicalidade dos albúns de Nargaroth, que além de serem exemplos no black metal, sempre tiveram a sonoridade pura e suja, que ao meu ver, deixava sua obra ainda mais verdadeira.

Spectral possue as seguintes faixas.

0:00 – Odin’s weeping for Jördh
6:41 – An indifferent Cold in the Womb of Eve
13:07 – Diving among the Daughters of the Sea
18:25 – Odin’s weeping for Jördh – Part II
20:36 – Journey through my Cosmic Cells – The Negation of God
30:39 – A Whisper underneath the Bark of old Trees
41:15 – Spectral Visions of Mental Warfare
51:51 – March of the Tyrants

Muitos criticaram o albúm, disseram que era um lixo e que não tinha nada a ver do nargaroth, realmente não tem nada a ver, mas se fomos olhar para a real intenção dá banda ao fazer aquele albúm? Pode ser considerado algo bom?

Eu sinceramente não sei, não sei o que eles tentaram fazer ali, mas com certeza não era black metal, não posso julgar algo pelo meu ver preconceituoso, acaba que gostei de algumas faixas, mas o albúm em si não me impressionou.

Image

Satanismo Teísta – Definição e opiniões.

Image

Completamente diferente do satanismo de LaVey, o Satanismo Teísta tem sua crença primaria voltada em satã como uma verdadeira deidade ou força que deve ser reverenciada e adorada, também conhecido como Satanismo tradicional ou espiritual, o Satanismo Teísta também que em magia manipulada através de rituais, apesar de não ser um criterio de definição, já que a adoração já é a definição apropriada.

O Satanismo Teísta é contra o ateísmo, afinal, eles acreditam na deidade satanica, não só colocada como simbolo de individualismo e liberdade.

Todos sabem que o Satanismo teísta fez parte da maior revolução (E na minha opinião, a mais besta) do black metal, o Inner Circle, não tenho opiniões formadas, mas nem o satanismo, muito menos o anti-cristismo fazem parte dos meus conceitos, que, no fim, se demonstram mais puxados para o maniqueismo, mas se eu acredito em um dualismo, não posso renegar o satanismo, que é o outro lado da adoração.

Sem maiores opiniões sobre o caso.

 

 

Shining – Through years of oppression – Download

Image

Through years of Oppression é uma compilação de 2004, da banda Shining, contêm as seguintes faixas.

  1. Endless Solitude
  2. Submit to Self-Destruction
  3. Manipulation Session
  4. Black Industrial Misery
  5. Through Corridors of Oppression
  6. The Claws of Perdition

https://mega.co.nz/#!DdpzkLra!AiXfgkuIlPSsHnjy4SzsQCTr96UbLtMT4uY5bcxe0L4

 

 

 

 

Through The Pain – Download

Through the Pain é uma banda de Black Metal/DSBM alemã, formada em Berlin em 2006, tem como temas Avanço e experiências pessoais através da dor, A banda acabou em 2012

Image

Membros:

  • Richard Abrams(R) – Drums (atual Hyporthemia, Sitra Ahra)
  • Wiedergaenger – Bass (Atual Aurvandil, Total Negation e ex-Mosaic)
  • Baelvect – Vocals and Guitars (Sem histórico de bandas antigas ou atuais)
  • Possuem dois materiais lançados.
  • Black Veils – Split(2007)
  • Time Heals Nothing – Albúm(2009)

Vou deixar o link para download do Albúm Time Heals Nothing.

Image

https://mega.co.nz/#!bdAWVDrT!AVq8vUAQ-HxOEGl8PhPyKhuGAM5zg2sVRR2-umFu6Eo